25 de mar de 2010

Sejam santos na internet


São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão! (Mt 6:22-23)

Neste estudo vamos falar sobre a internet. Será que nós devemos ser santos diante da tela de um computador? Se a resposta for sim, quais os cuidados que devemos ter e, que princípios bíblicos, devemos aplicar no uso da internet?

A maravilhosa janela para o mundo virtual também abre uma porta para seus perigos. Aos pais, cabe a obrigação de controlar a circulação dos filhos num ambiente incontrolável. Para muitos pais e mães que passaram a infância na pré-história eletrônica, ver o filho de seis anos manusear mouse e teclado com a desenvoltura de quem nasceu para isso – e nasceu mesmo – é de encher o coração de orgulho. Um pequeno empurrão, que nem precisa vir de casa (um colega esperto ou um primo um pouco mais velho fazem o mesmo efeito), e em dois tempos o pequeno gênio domina o vocabulário da rede, baixa música e vídeo, descobre sites, joga on-line, troca mensagens com os amigos. (...) O acesso ao conhecimento e ao infinito mundo de conexões propiciado pela internet é talvez o mais transformador fenômeno do mundo contemporâneo. Nunca é demais exaltar as maravilhas que essa janela virtual para o mundo propicia. Nesta reportagem, porém, vamos falar do lado escuro da força da rede, realidade que nenhum adulto responsável por uma criança conectada pode se permitir ignorar. A internet é um espaço aberto e ingovernável, no qual circula todo tipo de boas e más intenções. Nele, qualquer ser humano que saiba ler está sujeito a encontrar o que quer, o que não quer e o que nem sabe que não quer. Se adultos escorregam na rede, risco muito maior correm as crianças, inexperientes e influenciáveis – situação que demanda dos pais supervisão constante e preocupação permanente, visto que controle total e absoluto eles nunca vão ter. “A gente cresceu ouvindo os pais dizer para não abrir a porta para estranhos, não aceitar carona de desconhecidos, não falar com qualquer um na rua. Pois na internet a criança abre a porta para o mundo. Muitos pais ainda acham que ela está segura dentro do quarto, brincando no computador”, espanta-se a gerente da área de segurança da Microsoft no Brasil, Marinês Gomes. Qualquer especialista que se consulte vai dizer que todo pai e toda mãe de filho pequeno têm a obrigação de se informar e acompanhar suas atividades virtuais. (...) É para fiscalizar também, vigiar mesmo, clara e abertamente, com a maior naturalidade, sem autoritarismo e sem medo de exercer a obrigação da autoridade. [Fonte: BRASIL, Sandra. Escancarada – assim é a sua casa. Disponível em: Revista Veja On line (http://veja.abril.com.br/180707/p_086.shtml) Acessado em 26/10/2009].

E A BÍBLIA, O QUE DIZ?

A internet é a uma das ferramentas de comunicação e informação mais utilizada na atualidade. Segundo matéria publicada na revista VEJA, existem, em todo o mundo, 1,6 bilhões de usuários da internet, e, no Brasil, cerca de 62 milhões de usuários [Diniz (Mai/2009:88-96)]. Além de ser uma ótima ferramenta de pesquisa e informação, a internet também traz seus riscos. É preciso tomar cuidado para não ser engodado. O conselho da Palavra de Deus para nós, crentes em Jesus, é: “Estai atento para que o vosso procedimento não seja de tolo, mas de sábios” (Ef 5:15). A internet pode tanto ser uma benção, como pode ser um empecilho no avanço da santificação. Tudo vai depender de como, e para que fim a utilizamos. Por isso, vejamos alguns princípios bíblicos que devemos levar em conta no uso desta ferramenta tão útil, mas, ao mesmo tempo tão perigosa, que é a internet.

1. COMUNICAÇÃO:

Dentre os grandes benefícios da internet, um deles, está relacionado diretamente com a comunicação. Uma carta que há cinquenta anos demorava três meses para chegar do Japão ao Brasil, hoje, com o advento da internet, pode ser enviada em segundos através de um e-mail, por exemplo. A internet diminuiu distâncias, “aproximou” pessoas. Os sites de “bate-papo” nos permitem manter contato com amigos, parentes, conhecidos, etc., que moram em outras cidades, estados ou país. Entretanto, nós precisamos tomar alguns cuidados para que esse benefício não seja usado de forma negativa e destrutiva. Existem aqueles que passam horas e horas conversando virtualmente sobre a vida dos outros. Caluniando, mentido, difamando. Além disso, muitos são os que, aproveitando o véu da impessoalidade da rede, criam perfis falsos, enviam e-mails mentirosos, fotos que ridicularizam o semelhante e etc. Quantos e quantos não estão com a sua reputação manchada por causa de mentiras, boatos e fofocas, que nasceram através de um desses e-mails envenenados! Neste sentido a Bíblia diz: “Irmãos, não faleis maus uns dos outros” (Tg 4:11). Precisamos tomar cuidado para não sermos caluniadores na rede! A nossa comunicação deve ser edificadora e não destruidora: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação...” (Ef 4:29). Palavras ou conversas imorais e difamatórias não devem sair da boca daqueles que proclamam Jesus Cristo como Senhor.

2. FIDELIDADE:

Você conhece alguém que usa a internet como uma ferramenta para encontrar a pessoa amada? Pois é, o número de pessoas que fazem isso cresce assustadoramente. É lógico que não estamos dizendo que isso é impossível de acontecer. Existem pessoas que conseguem. Mas, não dá para se animar muito. Pesquisas mostram que apenas 2% das pessoas se casam com alguém que conheceu virtualmente, e, são raríssimos os casos em que o casamento dura mais do que um ano [PINHEIRO (Nov/2002).]. Agora, o que mais assusta nos dados das pesquisas relacionadas aos sites de relacionamentos é que, grande parte das pessoas que está on line, em busca de pretendentes, é casada. O mundo do bate-papo eletrônico cresceu com novo um fenômeno: a infidelidade virtual. Infelizmente, a infidelidade virtual tem destruído vários casamentos reais. Junto com as salas de bate-papo, outra cilada que tem destruído o convívio entre vários casais, é o acesso à pornografia [É bom que se diga aqui, que esta orientação não é só para os casados, mas para todos]. A palavra “sexo” é uma das mais digitadas nos sites de busca da internet. São muitos os que passam também, horas e horas curtindo as imagens na telinha do computador. Isso é pecado! Pode acabar com o seu casamento. Pode acabar com você! Cuidado! A Bíblia diz: “Fugi, portanto, da imoralidade sexual” (I Co 6:18). Jesus disse: “...o homem não separe o que Deus ajuntou” (Mc 10:9). O casamento foi feito para durar. Segundo as Escrituras ele é indissolúvel. Por isso, não seja infiel ao seu cônjuge, em hipótese alguma, muito menos num site de relacionamento! Muito menos se enchendo de pornografia!

3. DISCERNIMENTO:

Você ainda tem alguma dúvida no que diz respeito ao “batismo no Espírito Santo”? Ou, quem sabe, sobre os “dons espirituais”? Melhor, sobre “eleição e predestinação”? Não importa. Para dúvidas, sejam elas quais forem, o Google, principal site de buscas da internet, tem milhares de respostas! Muitos são os que têm bebido da sua fonte. E, na maioria das vezes, só desta fonte... Discernir é preciso! Por meio deste mecanismo eletrônico, milhares de falsos profetas têm disseminado suas heresias. Os servos de Deus não podem receber tudo, aceitar tudo que vier. É preciso ponderação. É preciso cuidado. Entenda bem, não estou sugerindo aqui, que não se deve fazer pesquisas na internet. A internet é uma ótima ferramenta de propagação do evangelho. Nela encontramos excelentes textos, artigos, estudos e etc. Mas, no entanto, façamos tudo com discernimento. Não aceite de pronto tudo o que você lê. Sejamos como os bereanos que, diante da pregação de Paulo, examinavam diariamente as Escrituras “para ver se de fato as coisas eram assim” (At 17:11b). Nesta mesma época Paulo também pregou para os de Tessalônica, todavia, por esta atitude madura os bereanos foram chamados de mais nobres (At 17:11a). “A resposta que os novos convertidos davam à pregação missionária não era meramente emocional. Passava tanto pelo coração como pelo intelecto” [ACABARAM os bereanos? (Jan/Fev 2003)]. Seja um bereano ao acessar a internet!

4. RELACIONAMENTO:

Oito em cada dez pessoas conectadas na internet, no Brasil, têm o seu perfil estampado em algum site de relacionamento. Esses sites servem para manter contato com amigos, conhecer pessoas, se relacionar. Todavia, até que ponto esses “relacionamentos” podem mesmo ser chamados assim? Eles suprem a necessidade humana de relacionamentos interpessoais? Eles, de fato, podem diminuir a solidão entre as pessoas? Bem, estudiosos de diversas áreas passaram a procurar respostas para essas perguntas e concluíram que “a comunicação não consegue suprir as necessidades mais profundas dos indivíduos. A internet tornou-se um vasto ponto de encontros superficiais” [Schelp (Jul/2009).]. Além disso, os sites de relacionamentos, por vezes, têm efeitos negativos sobre as pessoas que se utilizam deles em excesso. Estas, na maioria das vezes, se isolam e tornam-se totalmente dependentes de um mundo de faz de contas. Os sites de relacionamentos nunca irão conseguir preencher uma necessidade básica de todo ser humano: o relacionamento interpessoal. De nada adianta ter quinhentos amigos virtuais e nenhum amigo real. Deus não nos criou para vivermos sozinhos, isolados atrás de uma tela de computador. Uma das expressões que mais se repetem no Novo Testamento é “uns aos outros” (cf. Rm 12:10; 13:8; 14:13; 15:7; 16:16 e etc.). A mensagem desta expressão é que a vida cristã não é isolada é junta. Precisamos nos relacionar; viver em comunhão uns com os outros (Sl 133). Não deixe a internet tirar essa benção de você.

5. PROPRIEDADE:

A lei da propriedade intelectual significou um avanço muito grande para as artes e para a ciência. Esta lei, que surgiu no século XVIII, legitimou uma das idéias que viria a se tornar um dos alicerces do mundo moderno: a de que o autor é dono da sua obra e deve ser recompensado sempre que ela trouxer ganho financeiro à outra pessoa [Borsato (Ago/2009)]. Entretanto, muito tempo antes do surgimento desta lei, as Escrituras já diziam, de forma muito clara e direta: “Não furtarás” (Ex 20:15). Existe um princípio bíblico implícito neste versículo. Este mandamento reconhece o direito de posse de cada pessoa [Aleen (1981:74)]. Por isso, tirar de alguém um valor que é seu por direito é quebrar esse mandamento. Com o aparecimento da internet a “lei da propriedade intelectual” e, principalmente, o “princípio bíblico do direito de posse”, é quebrado com frequência. A “pirataria” cresceu assustadoramente nos últimos anos! Segundo a Federação de Comércio do Rio de Janeiro, no ano de 2008, o consumo de produtos piratas aumentou consideravelmente. Por volta de oito milhões de brasileiros adquiriram algum produto desta procedência neste ano. Uma das grandes responsáveis por esse aumento: a internet. Com ela tudo ficou mais fácil. Por exemplo, é possível baixar de um computador comum CDs, DVDs, filmes, livros, textos, programas e etc. Todavia, não nos enganemos: pirataria é crime e também é pecado! Não caia na “tentação do click”. Se você, por meio da compra de produtos piratas, defraudou alguém que lutou para gravar um CD, que ralou para produzir um filme, que suou para escrever um livro; peça perdão a Deus, “ele é fiel e justo para nos purificar e nos perdoar de toda a injustiça” (I Jo 1:9). Não permita que a internet seja um empecilho em sua comunhão com Deus. Não permita que a internet lhe faça quebrar princípios da Palavra de Deus. Para que isso não aconteça, coloquemos em prática o princípio da vigilância. Ao acessarmos a internet é necessário vigiarmos três áreas da nossa vida, conforme veremos na sequência deste estudo.

APLICANDO O CONHECIMENTO BÍBLICO

1. Ao acessar a internet, vigie a sua vista.

Jesus disse que os olhos são a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas (Mt 6:22-23). Precisamos ter olhos santos ao navegar pela internet! Por isso é importante a vigilância. Se não vigiarmos os nossos olhos, eles irão sentir prazer em acessar sites impróprios; irão amar ficar “espiando” emails com vídeos ou conteúdos imorais. Vigie! Você é um filho da luz! Seus olhos precisam ser bons. Faça a oração do salmista: “Desvia os meus olhos de contemplarem o que é inútil e vivifica-me no teu caminho” (Sl 119:37).

2. Ao acessar a internet, vigie o seu tempo.

Outro grave perigo relacionado com o acesso à internet é o uso do tempo. Existem pessoas que extrapolam. Passam horas e horas à frente do computador. Às vezes viram noites; de site em site, de email em email, mas estão sempre “sem tempo” para ler a Bíblia, para orar e até mesmo para ir às programações da igreja. Investem muito pouco tempo com as atividades relacionadas ao reino de Deus, a família, ao trabalho, aos estudos. Vigie o seu tempo! Ele é precioso para Deus. Você é o mordomo dele. A internet é uma ótima ferramenta, e uma benção, quando usada corretamente: “no” tempo certo e “o” tempo certo. Se você tem dificuldades nesta área, ore como o salmista: “Ensina-nos a contar os nossos dias e usar o nosso pouco tempo para conseguirmos a tua sabedoria” (Sl 90:12 – BV).

3. Ao acessar a internet, vigie a sua crença.

Na internet temos acesso a pregações, devocionais, artigos e estudos das mais diferentes procedências e linhas doutrinárias. A maior parte das pessoas acredita em tudo o que lê ou ouve! Essa atitude não é prudente. A Bíblia alerta: “O simples dá crédito a toda a palavra, mas o prudente atenta para os seus passos” (Pv 14:15). Não podemos mudar de idéia só porque alguém escreveu algo novo. O que fazer, então, ao lermos algo contrário a nossa crença na internet? Examinar! “...não creiam em tudo o que vocês ouvem, só porque alguém diz que é mensagem de Deus: examinem primeiro, para ver se realmente é” (I Jo 4:1, BV). Qual a base deste exame? A Bíblia Sagrada! Vigie a sua crença. Fique com as Escrituras, sempre!

CONCLUSÃO:

A internet não é má em si, mas pode fazer muito mal ao cristão, se este, não usá-la com sabedoria. Por isso, no uso da internet, tenhamos sempre em mente os princípios bíblicos da comunicação saudável, da fidelidade conjugal, dos relacionamentos, do discernimento e do direito de posse. Se você já quebrou algum destes princípios ao utilizá-la, confesse-se para o Senhor, peça perdão, e mude! Aplique, de agora em diante, a prática da vigilância ao acessar a internet. Vigie o seu olhar. Vigie o seu tempo. Seja santo na internet! “Que os teus olhos estejam sempre voltados para frente e o teu olhar seja direito” (Pv 4:25).

Que Deus nos abençoe e guarde!

***

DEC

Postar um comentário

Notícias gospel, evangélicas, cristãs, atualizadas.

RSS atualizado do Gospel +. Powered by Notícias Gospel

Pesquise na Bíblia

Bíblia Online

Pesquise na Bíblia

Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

Veja Todas as Fotos

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.
Basta digitar o capítulo desejado e, através de um aplicativo do Google Maps, ele identificará a exata localização em que se passou a história, além de disponibilizar o capítulo em inglês.
A página foi desenvolvida por funcionários do “HeLives.com”, um site religioso. Segundo a descrição do “BibleMap”, “[...]a motivação para criar o site foi simples: criar um atlas gratuito da Bíblia com o Google Maps. Nós esperamos que a página seja uma benção para você e o ajude a deixar o livro da Bíblia mais vivo em sua vida”.

POSTAGEM RECENTES

Marcadores

Ebd (98) Escola Bíblica Dominical (71) Subísidio (69) Esboços da EBD (53) ética (37) Comportamento (30) Notas - Biblia de Estudo Pentecostal (27) Biblía (22) Hipócrita (22) Igreja (21) Pastor (20) Heresias (19) Reflexão (19) Dominical (18) HOMOFOBIA (18) Estudo Biblico (17) Liderança Cristã (17) Maturidade Cristã (17) Novo Comentario Biblico (17) Pr. Ramos (17) Crítica (15) Escola (15) Evangelizar (15) Liçoes Biblicas (15) Obediência (14) .Atualidade (13) Biblia Sagrada (13) homossexualismo (13) Curiosidade (12) Politica (12) .Você sabia? (11) Sexualidade (11) Cristã (10) LEITURA BÍBLICA DIÁRIA (10) Tozer (10) e-sword (10) lider (10) AD Ipojuca (9) AD Porto (9) Difamação (9) Missionário (9) disciplina (9) Doutrina (8) E-Book's (8) Encorajamento (8) Fim do Mundo (8) Injúria (8) Missões (8) Noticias (8) SINAIS DA VOLTA (8) baixe grátis (8) namorado; casamento (8) AD Recife (7) Calúnia (7) DOWNLOADS. (7) Evangélicos (7) (7) Novela (7) Pentecostal (7) Perseguição (7) Páscoa (7) .Fanatismo (6) Aborto (6) Downloads (6) Evangelho (6) Fariseus (6) Genesis (6) Polêmicas (6) Sinais da vinda de Cristo (6) Ídolo (6) Adoração Pr. Ramos (5) Ailton José Alves (5) Batismo (5) Fornicação (5) Harpa Cristã (5) Jesus (5) José Amaro da Silva (5) Lição 07: Os Falsos Profetas (5) Pr. Severino Ramos "Trajetória" (5) Santa Ceia (5) .Apologia Bíblica (4) .Questões (des)complicadas (4) Bíblia para celular (4) Escatologia (4) GÊNESIS (4) Joel Frans Adolf Carlson (4) Pedofilia (4) Pr. Ailton José Alves (4) Religião (4) Videos (4) ANTICRISTO (3) Ano Novo (3) BEP (3) Circulo de Oração (3) DANIEL BERG (3) David (3) Depressão (3) Divórcio (3) Espanhol (3) Eventos da Igreja (3) Familia (3) Islamismo (3) Musica (3) Natal (3) Pornografia (3) Porto de Galinhas (3) Ramos "Trajetória" (3) Salmos (3) TERCEIRA IDADE (3) inais da volta de Cristo (3) pecado (3) Índias (3) .Etimologia Bíblica (2) 25 Dezembro (2) Aniversário Círculo de Oração (2) Apostolo (2) Assembléias (2) BID (2) Brasil (2) Bíblia Audío (2) C. H. Spurgeon (2) CIENTISTAS (2) Caos (2) Casais (2) Congresso (2) Corinto (2) DEFICIÊNCIA VISUAL (2) Dicionario Grego (2) Ditadura (2) Entrevista (2) Final de Ano (2) GUNNAR VINGREN (2) Gay (2) Grego (2) Humor (2) Ilúmina (2) José Leoncio da Silva (2) Mercenário (2) Multiléxico con las Definiciones de Strong (2) Mães (2) Oração (2) Profeta (2) Radio Boas Novas (2) Sofrimento (2) SÍMBOLOS RELIGIOSOS (2) Terremotos (2) eb (2) 666 (1) 7 de Setembro (1) AD Pernambuco; 32 Anos (1) Alcorão; (1) Alianças (1) Amigo (1) Andressa (1) Arca (1) Belo Horizonte (1) Besta (1) BibleMap.org (1) Billy Granham (1) Bonde (1) Brazil (1) Bíblia (1) Bíblia Glow (1) Bíblias Eletrônicas (1) C. S. Lewis (1) CGADB (1) Catalán (1) Centenario AD (1) Cinha (1) Ciêntista (1) Cura do câncer (1) Céu (1) Círculo (1) Deficientes (1) Desastres Naturais (1) Direitos Humanos (1) Dívidas (1) Eclesiastes (1) Eleição (1) Empréstimos (1) Enciclopedia Universal Ilustrada Europeo-Americana (1) Enconto (1) Envelhecimento (1) Espírito Santo (1) Exodo (1) FAES (1) FUNCAÇÃO (1) Fofoca (1) Fogo estranho (1) Geografia (1) Gilberto Dimenstein (1) Globo (1) Goiânia (1) Gorroma (1) Government (1) Guru (1) HEBRAICO (1) Internacional (1) Ipojuca (1) Jornal Hoje (1) Jubileu (1) Lepra (Hanseníase) Ciência (1) Liberdade (1) Lingua (1) Lição (1) Lleituta Bíblica Diária (1) Manaus (1) Maomé (1) Marco Zero (1) Marina Silva (1) Marta Suplicy (1) Meditação Mp3 (1) Mulçulmanas (1) Nada (1) Nóe (1) Operating Systems (1) PL - 122 (1) PL-122 (1) PORTUGUÊS (1) PRONOMES (1) Passaportes (1) Pastor Francisco Eurico (1) Paulo (1) Pobreza (1) Porcelana (1) Portas Abertas (1) Porto Alegre (1) Pouição Sonora (1) Preconceito (1) Priscilla (1) Proati (1) Programação (1) Projeto nº 4.720/03 (1) Que Evangelho é este? (1) RBC (1) Record (1) Respostas (1) SBT (1) SJCG (1) Semana Nacional (1) Seminario (1) Sodoma (1) South America (1) States (1) São Paulo (1) Tabernáculo (1) Tabua de Maré (1) Taulogia (1) Teologia (1) Turismo (1) Veja (1) b (1) drivers (1) drivers de placas-mãe e outros (1) e (1) escandalo (1) noiva (1) p (1) su (1) v (1)

Daily Blessing - Bendición Diaria

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrina

Seleção de Músicas Evangélicas - Espanhol

Links Importantes para Estudantes da Bíblia

Minha lista de blogs

Links Sugeridos

Links Sugeridos: