31 de dez de 2009

LIÇÃO 13 – SOLENES ADVERTÊNCIAS PASTORAIS





LIÇÃO 13 – SOLENES ADVERTÊNCIAS PASTORAIS



INTRODUÇÃO:

O ministério pastoral é a chamada vocacional mais sublime do mundo. Minhas responsabilidades pastorais têm precedência sobre quaisquer atividades que envolvam recreação ou não façam parte do ministério. Tudo o que está envolvido no pastorear o rebanho de Deus (e a Bíblia o descreve de maneira bastante compreensiva) constitui o meu dever.

Deus me chamou para o seu Reino e também para ser um pastor. Esta é a minha chamada vocacional e ocupa a maior parte do meu tempo. Constantemente, eu me admiro do fato de que Deus me deu o privilégio de servi-Lo desta maneira.

No entanto, não posso ser um ministro fiel, se negligenciar as prioridades de minha esposa e minhas filhas. Na verdade, de acordo com 1 Timóteo 3.4-5, estou desqualificado para o ministério, se tal negligência qualificar minha vida.

Também não poderei ser um pai fiel se falho em relação à minha esposa. Pelo contrário, uma das melhores coisas que posso fazer por minhas filhas é amar a mãe delas. E não posso ser um esposo fiel, se negligenciar meu relacionamento com Cristo.

Neste ministério, a minha tarefa mais importante é trabalhar fielmente na pregação da Palavra e na oração. Todavia, essas duas atividades não devem ser realizadas simplesmente em um nível de profissionalismo. Pelo contrário, elas devem ser praticadas em meio à minha busca por santidade.

  • PREOCUPAÇÕES PASTORAIS.
Defender seu ministério em Cristo

  1. Assim como que Paulo não se defendeu para seu benefício, mas sim para benefício da igreja; não para defender sua honra, mas para edificar e fortalecer a Fé da igreja.


  2. A atitude do correto ministro precisa estar extremamente além de ser egocêntrico ou auto-suficiente, mas deve ser totalmente cristocêntrica. Ele fala exclusivamente de Cristo (2 Co 2.17; 2.12 cf 5.17).


  3. Deus é o nosso Juiz e conhecedor de nossas atitude e finalidades. O verbo desculpar de 2 Co 12.19 seria melhor compreendido como "defender".


  4. O obreiro deve perceber que há uma enorme diferença entre defender a legitimidade do seu ministério, e defender-se pessoalmente contra as acusações difamatórias.


  5. O Obreiro unido totalmente a Cristo ficará livre de completo exibicionismo e de enganar com astúcia maléfica.


  6. Não buscar se desculpar diante de pessoas desaprovadas, pois estas pessoas são naturais e sem afeto, sempre serão problemáticas e confusas.


  7. Necessitamos sim proteger o nosso ministério na presença do Senhor, pois foi Ele quem nos chamou para amar a sua igreja. 


A Preocupação do pastor em relação à Igreja.

  1. Preocupação de uma igreja não desejar receber as recomendações e princípios doutrinários, mas prosseguir a ouvir e a defender falsos mestres como a igreja de Coríntios ( 2 Co 11.13-15).

  2. O pastor deve ter o cuidado com o prejuízo espiritual que seus antagonistas podem ocasionar a igreja na forma de discussão, conflito, e desunião (2 co 12.20 b).
  3. Orgulhos: sentimentos de soberba (1 Co 4.6)
  4. Porfias: Contendas (Ro 2.8) veja também Gl 5.20..
  5. Mexericos: Murmurações (1 Co 10.10; Ro 1.29).

  6. Suportar afronta por causa de determinados irmãos que pecam e não se arrependem, devendo utilizar de sua autoridade pastoral para julgar os tais. (2 Co 12.2; 10.8-10; 13.10; 1 Co 4.18-20).

  7. A preocupação do pastor de parecer que tem falhado em fazer com que certos membros se arrependam de seus pecados, o que parece ser uma derrota; para o pastor que ama o rebanho do Senhor.

    (2 Co 12:15 Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado.)

3. A decadência moral e espiritual de Hoje.

  1. A ridícula indecência que há no círculo das denominações recentes é também o que houve na igreja de Corinto e é exposta por Paulo em três vocábulos bem claros.



  • Imundícia (akatharsia) é um termo genérico para impureza e vida desregrada.

  • Prostituição (ou fornicação; porneia) refere-se á promiscuidade no relacionamento sexual.
  • Desonestidade (ou lascívia; aselgia) indica o desacato deliberado da decência em público.
                  2.   O comportamento imoral de alguns membros não pode ser permanentemente tolerado. O único remédio para esta ausência de arrependimento será, sem duvida, a exclusão da igreja (2 Co 13.2; cf, 1 Co 5.1-5).

II. O PROPÓSITO DA DISCIPLINA.


  1. OS MOTIVOS DA DISCIPLINA.

    1. A Glória de Cristo. Uma igreja deve disciplinar-se para a glória do Senhor Jesus Cristo. Uma igreja é um corpo de Cristo aqui no mundo, e tem que deixar o corpo dele limpo, puro, e santo para a sua glorificação. Assim sendo, tem que disciplinar as pessoas culpadas de ofensas meritórias (dignas) de disciplina. Não fazer isto desonra Jesus Cristo.


    2. O Bem da Igreja. O Apóstolo Paulo disse que "um pouco de fermento faz levedar a massa toda," (I Coríntios 5:6). A disciplina certa é para não deixar o mal infectar a igreja toda.


    3. O exemplo negativo de uma pessoa pode perverter e infectar a igreja toda. É como o corpo humano que não pode ignorar uma parte dele doente, mas, tem que cuidá-la bem, tratá-la com remédio, tentar curá-la, e se for necessário cortá-la (amputar) para salvar o corpo, (I Coríntios 12). Portanto, uma igreja tem que proteger o resto do seu corpo do malfeitor.


    4. O Bem da Pessoa Disciplinada. A igreja que não corrige (disciplina) seus membros, não ama seus membros, (Provérbios 13:24).

      1. A igreja que não disciplina um membro desordenado está mostrando seu descuido, egoísmo, e desamor para com seus irmãos em Cristo.


      2. A disciplina do homem incestuoso em Corinto (I Coríntios 5:1-15, II Coríntios 2:6-8) realizou o fim desejado, o homem arrependeu-se e reconciliou-se com a igreja.


      3. Outro propósito de disciplina é para que o disciplinado se envergonhe por causa da sua ofensa, (I Tessalonicenses 3:14). Uma igreja está tentando incitar o disciplinado arrepender-se, reconciliar-se, e andar com Cristo corretamente novamente.




  1. AS OFENSAS DIGNAS DA DISCIPLINA EXCLUSIVA


  1. As Ofensas Particulares. Jesus falou destas agravos em Mateus 18:15-18, e deu a maneira certa para resolvê-las. Uma igreja não deve ouvir um caso assim antes de cumprir os primeiros passos prescritos por Jesus Cristo em Mateus 18.


  2. As Ofensas Morais. Estas são as seguintes ofensas públicas: imoralidade (prostituição, fornicação, adultério, homossexualismo), avareza, idolatria (ofensa religiosa como relíquias, ídolos, imagens, ou heresia religiosa), maldizer, bebedice (inclusive abuso de drogas), e roubo; (1 Coríntios 5:1-11, 2 Tessalonicenses 3:6, 14).


  3. Nem um pastor, nem igreja têm direito de esconder estas ofensas, mas tem que tratá-las publicamente na igreja e disciplinar os desordenados.


  4. As Ofensas Doutrinárias. O fermento da heresia pode contaminar a igreja toda, 1 Coríntios 5:6-8, 15:33). Por isso, uma igreja tem que disciplinar (excluir, cortar ou afastar) o herege da sua comunidade (Efésios 5:11, 1 Timóteo 1:18-20, 6:3-5, Tito 3:10, Romanos 16:17). Unicamente praticando a disciplina bíblica podemos conservar um testemunho próprio neste mundo como uma igreja de Cristo.

III - ALGUMAS RECOMENDAÇÕES

  1. Examinai-vos a vós mesmos. (1 Co 13.5).




    1. Em 2 Co 13:5 Paulo questiona "examinai-vos a vós mesmos... estais salvos... por intermédio da pregação de quem fostes salvos?". Evidentemente eles teriam que admitir que haviam sido salvos por intermédio da pregação de Paulo, por isso ele diz, "esta é vossa prova de que Cristo tem falado por meu intermédio".


    2. Os coríntios tinham persistido em pôr Paulo à prova, exatamente àquele que antes de tudo, lhes havia oferecido o Evangelho da salvação. Agora que Paulo tinha suportado a sua investigação, ele pediu aos coríntios que examinassem a si mesmos, para provar se a sua
      era genuína. Se eles não conseguissem encontrar evidência de Jesus Cristo neles, então teriam fracassado no teste.


    3. Os verdadeiros filhos de Deus não temem a autoavaliação, pois eles sabem que estão firmes na fé em Jesus o seu Senhor. (Jo 17.3; Gl 2.20; Ef 3.17).



  1. E o que desejamos é a vossa perfeição (2 co 13.7-9).

    1. Como podemos ser perfeitos? "Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial". (Mateus 5.48).

      1. Em termos de caráter – Nesta vida, não podemos atingir a perfeição, mas podemos aspirar ser como Cristo, tanto quanto seja possível.


      2. Em termos de santidade – Devemos separar-nos dos valores pecaminosos do mundo, como fizeram os fariseus, mas, diferentemente deles, devemos dedicar-nos a fazer a vontade de Deus, ao invés de estabelecer a nossa, e devemos demonstrar o amor e a misericórdia de Deus ao mundo. Santidade é o clamor do coração de Deus para o seu povo desde a Antiguidade até os dias de hoje. "... Sede santos, porque sou santo!" (I Pedro 1.16)


      3. Em termos de maturidade – Não podemos alcançar um caráter semelhante ao de Cristo e uma vida santa de uma só vez, mas devemos crescer em direção à maturidade cristã, para sermos completos. Efésios 4.13.


      4. Em termos de amor – Podemos procurar amar aos outros tanto quanto Deus nos ama. Podemos ser aperfeiçoados se nosso comportamento for apropriado ao nosso nível de maturidade; caminhamos em direção à perfeição, cientes de que ainda temos muito a aprender e a crescer.


      5. Aqueles que se esforçarem para atingir a perfeição - Um dia serão semelhantes a Cristo. "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos. E todo o que nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro". (1 João 3.2,3.)





  2. E o Deus de Amor e Paz estará com vocês. Onde há prontidão para uma comunhão harmoniosa sucessivamente existirá a revelação da presença de Deus.

    1. A expressão sede consolados.
      2 Co 13:11 Paulo não achou simples escrever as duas cartas aos corintos. Ele amava muito aqueles crentes, e foi doloroso para ele ter que adverti-los e corrigi-los. Agora que tinha terminado, ele fala de modo tão gentil, "Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos". Se pertencemos a nosso Senhor Jesus somos verdadeiramente "irmãos" e podemos saudar alegremente uns aos outros deste modo. "Sede perfeitos" - ele não desejava nada menos para eles do que um seguir ao Senhor de modo sincero e fiel.


    2. "Sede consolados" - Ele sabia o que era ser consolado na tribulação, e ele queria que eles soubessem disso também. "Sede de um mesmo parecer, vivei em paz". Desejamos isto?

      CONCLUSÃO:


Constituiria um engano conceber que o conteúdo dessa epístola é relevante apenas para a circunstância especial da Igreja de Corinto no primeiro século, pois, embora quanto às circunstâncias e à forma externa, os problemas da Igreja modifiquem de época para época, quanto à sua essência, todavia, permanecem os mesmos, e os princípios que o apóstolo Paulo apresentou são aplicáveis aos nossos próprios dias e situações, não menos que aos seus dias e suas circunstâncias.


REFERÊNCIAS:

  • Bíblia de Estudo Pentecostal. Donald C. Stamps. - C.P.A.D.


  • Dicionário VINE


  • Comentário Bíblico Pentecostal - CPAD


  • A vida e os Tempos do Apóstolo Paulo Charles Ferguson Ball. - C.P.A.D.


  • Comentário do Novo Testamento Aplicação Pessoal Vol. 2- C.P.A.D.


  • Comentário do Novo Testamento Simon Kistemaker - E.C.C


  • Comentário Bíblico Beacom – C.P.A.D







Postar um comentário

Notícias gospel, evangélicas, cristãs, atualizadas.

RSS atualizado do Gospel +. Powered by Notícias Gospel

Pesquise na Bíblia

Bíblia Online

Pesquise na Bíblia

Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

Veja Todas as Fotos

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.
Basta digitar o capítulo desejado e, através de um aplicativo do Google Maps, ele identificará a exata localização em que se passou a história, além de disponibilizar o capítulo em inglês.
A página foi desenvolvida por funcionários do “HeLives.com”, um site religioso. Segundo a descrição do “BibleMap”, “[...]a motivação para criar o site foi simples: criar um atlas gratuito da Bíblia com o Google Maps. Nós esperamos que a página seja uma benção para você e o ajude a deixar o livro da Bíblia mais vivo em sua vida”.

POSTAGEM RECENTES

Marcadores

Ebd (98) Escola Bíblica Dominical (71) Subísidio (69) Esboços da EBD (53) ética (37) Comportamento (30) Notas - Biblia de Estudo Pentecostal (27) Biblía (22) Hipócrita (22) Igreja (21) Pastor (20) Heresias (19) Reflexão (19) Dominical (18) HOMOFOBIA (18) Estudo Biblico (17) Liderança Cristã (17) Maturidade Cristã (17) Novo Comentario Biblico (17) Pr. Ramos (17) Crítica (15) Escola (15) Evangelizar (15) Liçoes Biblicas (15) Obediência (14) .Atualidade (13) Biblia Sagrada (13) homossexualismo (13) Curiosidade (12) Politica (12) .Você sabia? (11) Sexualidade (11) Cristã (10) LEITURA BÍBLICA DIÁRIA (10) Tozer (10) e-sword (10) lider (10) AD Ipojuca (9) AD Porto (9) Difamação (9) Missionário (9) disciplina (9) Doutrina (8) E-Book's (8) Encorajamento (8) Fim do Mundo (8) Injúria (8) Missões (8) Noticias (8) SINAIS DA VOLTA (8) baixe grátis (8) namorado; casamento (8) AD Recife (7) Calúnia (7) DOWNLOADS. (7) Evangélicos (7) (7) Novela (7) Pentecostal (7) Perseguição (7) Páscoa (7) .Fanatismo (6) Aborto (6) Downloads (6) Evangelho (6) Fariseus (6) Genesis (6) Polêmicas (6) Sinais da vinda de Cristo (6) Ídolo (6) Adoração Pr. Ramos (5) Ailton José Alves (5) Batismo (5) Fornicação (5) Harpa Cristã (5) Jesus (5) José Amaro da Silva (5) Lição 07: Os Falsos Profetas (5) Pr. Severino Ramos "Trajetória" (5) Santa Ceia (5) .Apologia Bíblica (4) .Questões (des)complicadas (4) Bíblia para celular (4) Escatologia (4) GÊNESIS (4) Joel Frans Adolf Carlson (4) Pedofilia (4) Pr. Ailton José Alves (4) Religião (4) Videos (4) ANTICRISTO (3) Ano Novo (3) BEP (3) Circulo de Oração (3) DANIEL BERG (3) David (3) Depressão (3) Divórcio (3) Espanhol (3) Eventos da Igreja (3) Familia (3) Islamismo (3) Musica (3) Natal (3) Pornografia (3) Porto de Galinhas (3) Ramos "Trajetória" (3) Salmos (3) TERCEIRA IDADE (3) inais da volta de Cristo (3) pecado (3) Índias (3) .Etimologia Bíblica (2) 25 Dezembro (2) Aniversário Círculo de Oração (2) Apostolo (2) Assembléias (2) BID (2) Brasil (2) Bíblia Audío (2) C. H. Spurgeon (2) CIENTISTAS (2) Caos (2) Casais (2) Congresso (2) Corinto (2) DEFICIÊNCIA VISUAL (2) Dicionario Grego (2) Ditadura (2) Entrevista (2) Final de Ano (2) GUNNAR VINGREN (2) Gay (2) Grego (2) Humor (2) Ilúmina (2) José Leoncio da Silva (2) Mercenário (2) Multiléxico con las Definiciones de Strong (2) Mães (2) Oração (2) Profeta (2) Radio Boas Novas (2) Sofrimento (2) SÍMBOLOS RELIGIOSOS (2) Terremotos (2) eb (2) 666 (1) 7 de Setembro (1) AD Pernambuco; 32 Anos (1) Alcorão; (1) Alianças (1) Amigo (1) Andressa (1) Arca (1) Belo Horizonte (1) Besta (1) BibleMap.org (1) Billy Granham (1) Bonde (1) Brazil (1) Bíblia (1) Bíblia Glow (1) Bíblias Eletrônicas (1) C. S. Lewis (1) CGADB (1) Catalán (1) Centenario AD (1) Cinha (1) Ciêntista (1) Cura do câncer (1) Céu (1) Círculo (1) Deficientes (1) Desastres Naturais (1) Direitos Humanos (1) Dívidas (1) Eclesiastes (1) Eleição (1) Empréstimos (1) Enciclopedia Universal Ilustrada Europeo-Americana (1) Enconto (1) Envelhecimento (1) Espírito Santo (1) Exodo (1) FAES (1) FUNCAÇÃO (1) Fofoca (1) Fogo estranho (1) Geografia (1) Gilberto Dimenstein (1) Globo (1) Goiânia (1) Gorroma (1) Government (1) Guru (1) HEBRAICO (1) Internacional (1) Ipojuca (1) Jornal Hoje (1) Jubileu (1) Lepra (Hanseníase) Ciência (1) Liberdade (1) Lingua (1) Lição (1) Lleituta Bíblica Diária (1) Manaus (1) Maomé (1) Marco Zero (1) Marina Silva (1) Marta Suplicy (1) Meditação Mp3 (1) Mulçulmanas (1) Nada (1) Nóe (1) Operating Systems (1) PL - 122 (1) PL-122 (1) PORTUGUÊS (1) PRONOMES (1) Passaportes (1) Pastor Francisco Eurico (1) Paulo (1) Pobreza (1) Porcelana (1) Portas Abertas (1) Porto Alegre (1) Pouição Sonora (1) Preconceito (1) Priscilla (1) Proati (1) Programação (1) Projeto nº 4.720/03 (1) Que Evangelho é este? (1) RBC (1) Record (1) Respostas (1) SBT (1) SJCG (1) Semana Nacional (1) Seminario (1) Sodoma (1) South America (1) States (1) São Paulo (1) Tabernáculo (1) Tabua de Maré (1) Taulogia (1) Teologia (1) Turismo (1) Veja (1) b (1) drivers (1) drivers de placas-mãe e outros (1) e (1) escandalo (1) noiva (1) p (1) su (1) v (1)

Daily Blessing - Bendición Diaria

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrina

Seleção de Músicas Evangélicas - Espanhol

Links Importantes para Estudantes da Bíblia

Minha lista de blogs

Links Sugeridos

Links Sugeridos: