13 de mai de 2009

Lição 07

CONSIDERAÇÃOS ACERCA DO CASAMENTO Texto Áureo: Hb. 13.4 - Leitura Bíblica em Classe: I Co. 7.1-5,7,10,11
Objetivo: Mostrar que o casamento é, desde o princípio, uma instituição social e vitalícia como ponto de origem e suporte da família. INTRODUÇÃO A saída apresentada por Paulo aos crentes de Corinto, e também para nós hoje para evitar a imoralidade sexual, é o casamento. Nesta aula, aprenderemos o que a Bíblia ensina a respeito dessa importante instituição.. Estudaremos a respeito da questão do celibato, suas possibilidades e implicações, e, ao final, meditaremos a respeito do relacionamento conjugal entre cristãos e não-cristãos. 1. O CASAMENTO NA BÍBLIA No Antigo Testamento a palavra hebraica para casamento é “laqah”, cujo significado básico é o de “pegar pela mão, conduzir”. No Novo Testamente, o termo “gamos”, em grego, significa “casar, celebrar o casamento, ter relações sexuais” (Mc. 6.17; Lc. 14.20; Jô. 2.1-2). A importância do casamento é claramente exposta no Novo Testamento e está baseada nos mandamentos de Deus (Gn. 2.24; Mt. 19.4-5; I Co. 6.16; Ef. 5.31). Jesus, no Sermão do Monte, destacou a natureza sagrada do casamento e reforçou o cuidado em relação ao mandamento de não cometer adultério (Mt. 5.31-32). Ainda que em Dt. 24.1 haja uma possibilidade de divórcio, em Mc. 10.2, Jesus o proibiu, permitindo-o somente nos casos de imoralidade sexual do cônjuge (Mt. 5.32; 19.9). O casamento é tão sublime do ponto de vista bíblico que, para Paulo, esse se assemelha ao relacionamento do homem com Deus (Rm. 9.25). Por esse motivo, o casamento é um mistério que ilustra a relação de Cristo com a igreja (Ef. 5.32). A fidelidade de Cristo pela igreja espelha como deve ser o tratamento do esposo para com a esposa e desta em relação àquele (Ef. 5.21-22, 25-29). Ao contrário do que depreendem alguns estudiosos, a partir do capítulo 7 da I Epístola aos Corintios, a visão paulina do casamento é positiva, não negativa. Conforme veremos nos próximos tópicos, o objetivo de Paulo nesse trecho da epístola é responder a alguns questionamentos da igreja (v. 1), levando em consideração os aspectos contextuais (v. 26). 2. O CASAMENTO E CELIBATO Ao que tudo indica, na igreja de Corinto havia pólos extremos em relação ao casamento e ao celibato. Paulo, no entanto, evita esses dois posicionamentos e mostra que tanto o casamento quanto o celibato são dons de Deus. Por isso, se alguém recebeu o dom de casar, deve se casar, do mesmo modo, se recebeu o dom do celibato, deve permanecer no celibato. O Apóstolo destaca, nesse capítulo, que: 1) o casamento é puro, por isso a poligamia deva ser terminantemente proibida (7.2); 2) do mesmo modo ele trata a união homossexual (7.2); 3) o celibato não deve ser uma ordenança, ainda que seja motivado (7.1). O celibato não pode ser uma obrigatoriedade, conforme estipula algumas igrejas, pois só faz sentido caso seja resultado de um dom espiritual (Mt. 19.10-12), na verdade, o casamento é um princípio estabelecido por Deus quando criou o primeiro casal (Gn. 2.18); 4) há uma mutualidade nos direitos conjugais, portanto, no que tange ao relacionamento, o marido e a mulher devam saber que têm responsabilidades sexuais um com o outro (7.4), é preciso que haja cuidado para que um não prive o outro (7.5); 5) o ato sexual, no entanto, não deva ser endeusado, como costuma acontecer nesta sociedade centrada no sexo, é possível que os conjugues resolva absterem-se, com consentimento mútuo, por algum tempo, para a dedicação à oração (7.5). A razão para um tempo determinado, que não seja muito longo, é para evitar que Satanás entre em ação (7.5). Acima de tudo, é preciso desconstruir a idéia, defendida por alguns, que o sexo é pecado, na verdade, dependendo de como ele é feito, ai sim, pode se tornar pecado (Hb. 13.4). 3. O CASAMENTO ENTRE CRISTÃOS E NÃO-CRISTÃOS A igreja de Corinto era bastante recente, por isso, algumas pessoas se converteram ao evangelho de Cristo depois de casadas. Como acontece com ainda hoje nas igrejas, é possível que o marido ou a mulher se converta e o cônjuge permanece descrente. O questionamento da igreja era o seguinte: devemos nós permanecer casados com cônjuges descrentes? A resposta do Apóstolo à essa pergunta é: se algum é SIM. Com isso, tal realidade não deva ensejar a separação. A conversão não muda o compromisso social do cristão, a não ser, e ai entre a exceção paulina, que o cônjuge descrente não mais queira viver com o crente (v. 15). Nesse caso, além da possibilidade do divórcio dada por Jesus, no caso da imoralidade sexual (Mt. 19.9), inclui-se também quando houver deserção obstinada da parte incrédula e que não possa por hipótese alguma ser remediada pela igreja. Aos cristãos não casados da igreja de Corinto, Paulo recomenda, tanto aos solteiros quanto às viúvas, que não se casem, a menos que realmente não possam, nesse caso, persiste a máxima, “é melhor casar do que viver abrasado” (v. 8,9). Um entrave para muitos teólogos é tentar entender porque Paulo, que defendera o casamento em tantas outras circunstâncias, parece se opor a esse. A resposta está nas circunstâncias, haja vista que a igreja se encontrava na iminência de ser perseguida, por isso, seria mais viável para os solteiros e as viúvas não se casarem, afinal, no contexto da perseguição, as famílias sofrem mais ainda (v. 28). CONCLUSÃO Esse capítulo da epístola não deva ser tomado isoladamente a fim de se construir uma teologia do casamento. Ele precisa ser correlacionado com outras passagens bíblicas, e, principalmente, ser visto a partir das indagações específicas da igreja de Corinto. Algumas verdades, entretanto, são de âmbito doutrinário, isto é, têm alcance universal, dentre elas, destacamos: 1) o celibato é um dom, portanto, se alguém anseia o casamento é porque não tem o dom do celibato, então, é melhor casar (v. 8,9); 2) quando for fazê-lo, esteja ciente que o seu futuro cônjuge seja, de fato, um cristão, a fim de que o casamento se dê no Senhor (v. 39); 3) se a conversão acontecer depois do casamento, todos os esforços devam ser feitos a fim de que o casamento seja mantido; e 4) os cônjuges devam ter o cuidado de cumprir a satisfação sexual um do outro, a fim de que não sejam alvo das tentações satânicas (vs. 3-5). BIBLIOGRAFIA LOPES, H. D. I Coríntios. São Paulo: Hagnos, 2008.
MORRIS, L. I Coríntios: Introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 2007
Postar um comentário

Notícias gospel, evangélicas, cristãs, atualizadas.

RSS atualizado do Gospel +. Powered by Notícias Gospel

Pesquise na Bíblia

Bíblia Online

Pesquise na Bíblia

Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

Veja Todas as Fotos

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.

O site “BibleMap.org” é o primeiro a localizar todos os capítulos da Bíblia geograficamente.
Basta digitar o capítulo desejado e, através de um aplicativo do Google Maps, ele identificará a exata localização em que se passou a história, além de disponibilizar o capítulo em inglês.
A página foi desenvolvida por funcionários do “HeLives.com”, um site religioso. Segundo a descrição do “BibleMap”, “[...]a motivação para criar o site foi simples: criar um atlas gratuito da Bíblia com o Google Maps. Nós esperamos que a página seja uma benção para você e o ajude a deixar o livro da Bíblia mais vivo em sua vida”.

POSTAGEM RECENTES

Marcadores

Ebd (98) Escola Bíblica Dominical (71) Subísidio (69) Esboços da EBD (53) ética (37) Comportamento (30) Notas - Biblia de Estudo Pentecostal (27) Biblía (22) Hipócrita (22) Igreja (21) Pastor (20) Heresias (19) Reflexão (19) Dominical (18) HOMOFOBIA (18) Estudo Biblico (17) Liderança Cristã (17) Maturidade Cristã (17) Novo Comentario Biblico (17) Pr. Ramos (17) Crítica (15) Escola (15) Evangelizar (15) Liçoes Biblicas (15) Obediência (14) .Atualidade (13) Biblia Sagrada (13) homossexualismo (13) Curiosidade (12) Politica (12) .Você sabia? (11) Sexualidade (11) Cristã (10) LEITURA BÍBLICA DIÁRIA (10) Tozer (10) e-sword (10) lider (10) AD Ipojuca (9) AD Porto (9) Difamação (9) Missionário (9) disciplina (9) Doutrina (8) E-Book's (8) Encorajamento (8) Fim do Mundo (8) Injúria (8) Missões (8) Noticias (8) SINAIS DA VOLTA (8) baixe grátis (8) namorado; casamento (8) AD Recife (7) Calúnia (7) DOWNLOADS. (7) Evangélicos (7) (7) Novela (7) Pentecostal (7) Perseguição (7) Páscoa (7) .Fanatismo (6) Aborto (6) Downloads (6) Evangelho (6) Fariseus (6) Genesis (6) Polêmicas (6) Sinais da vinda de Cristo (6) Ídolo (6) Adoração Pr. Ramos (5) Ailton José Alves (5) Batismo (5) Fornicação (5) Harpa Cristã (5) Jesus (5) José Amaro da Silva (5) Lição 07: Os Falsos Profetas (5) Pr. Severino Ramos "Trajetória" (5) Santa Ceia (5) .Apologia Bíblica (4) .Questões (des)complicadas (4) Bíblia para celular (4) Escatologia (4) GÊNESIS (4) Joel Frans Adolf Carlson (4) Pedofilia (4) Pr. Ailton José Alves (4) Religião (4) Videos (4) ANTICRISTO (3) Ano Novo (3) BEP (3) Circulo de Oração (3) DANIEL BERG (3) David (3) Depressão (3) Divórcio (3) Espanhol (3) Eventos da Igreja (3) Familia (3) Islamismo (3) Musica (3) Natal (3) Pornografia (3) Porto de Galinhas (3) Ramos "Trajetória" (3) Salmos (3) TERCEIRA IDADE (3) inais da volta de Cristo (3) pecado (3) Índias (3) .Etimologia Bíblica (2) 25 Dezembro (2) Aniversário Círculo de Oração (2) Apostolo (2) Assembléias (2) BID (2) Brasil (2) Bíblia Audío (2) C. H. Spurgeon (2) CIENTISTAS (2) Caos (2) Casais (2) Congresso (2) Corinto (2) DEFICIÊNCIA VISUAL (2) Dicionario Grego (2) Ditadura (2) Entrevista (2) Final de Ano (2) GUNNAR VINGREN (2) Gay (2) Grego (2) Humor (2) Ilúmina (2) José Leoncio da Silva (2) Mercenário (2) Multiléxico con las Definiciones de Strong (2) Mães (2) Oração (2) Profeta (2) Radio Boas Novas (2) Sofrimento (2) SÍMBOLOS RELIGIOSOS (2) Terremotos (2) eb (2) 666 (1) 7 de Setembro (1) AD Pernambuco; 32 Anos (1) Alcorão; (1) Alianças (1) Amigo (1) Andressa (1) Arca (1) Belo Horizonte (1) Besta (1) BibleMap.org (1) Billy Granham (1) Bonde (1) Brazil (1) Bíblia (1) Bíblia Glow (1) Bíblias Eletrônicas (1) C. S. Lewis (1) CGADB (1) Catalán (1) Centenario AD (1) Cinha (1) Ciêntista (1) Cura do câncer (1) Céu (1) Círculo (1) Deficientes (1) Desastres Naturais (1) Direitos Humanos (1) Dívidas (1) Eclesiastes (1) Eleição (1) Empréstimos (1) Enciclopedia Universal Ilustrada Europeo-Americana (1) Enconto (1) Envelhecimento (1) Espírito Santo (1) Exodo (1) FAES (1) FUNCAÇÃO (1) Fofoca (1) Fogo estranho (1) Geografia (1) Gilberto Dimenstein (1) Globo (1) Goiânia (1) Gorroma (1) Government (1) Guru (1) HEBRAICO (1) Internacional (1) Ipojuca (1) Jornal Hoje (1) Jubileu (1) Lepra (Hanseníase) Ciência (1) Liberdade (1) Lingua (1) Lição (1) Lleituta Bíblica Diária (1) Manaus (1) Maomé (1) Marco Zero (1) Marina Silva (1) Marta Suplicy (1) Meditação Mp3 (1) Mulçulmanas (1) Nada (1) Nóe (1) Operating Systems (1) PL - 122 (1) PL-122 (1) PORTUGUÊS (1) PRONOMES (1) Passaportes (1) Pastor Francisco Eurico (1) Paulo (1) Pobreza (1) Porcelana (1) Portas Abertas (1) Porto Alegre (1) Pouição Sonora (1) Preconceito (1) Priscilla (1) Proati (1) Programação (1) Projeto nº 4.720/03 (1) Que Evangelho é este? (1) RBC (1) Record (1) Respostas (1) SBT (1) SJCG (1) Semana Nacional (1) Seminario (1) Sodoma (1) South America (1) States (1) São Paulo (1) Tabernáculo (1) Tabua de Maré (1) Taulogia (1) Teologia (1) Turismo (1) Veja (1) b (1) drivers (1) drivers de placas-mãe e outros (1) e (1) escandalo (1) noiva (1) p (1) su (1) v (1)

Daily Blessing - Bendición Diaria

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrina

Seleção de Músicas Evangélicas - Espanhol

Links Importantes para Estudantes da Bíblia

Minha lista de blogs

Links Sugeridos

Links Sugeridos: